Você está aqui: REPIS

Tem conhecimento a que se destina esta Entidade

Sim
36.7%
Não
63.3%

VOLTAR

Tem conhecimento a que se destina esta Entidade

Não
Sim

   
REPIS UMA NOVA MANEIRA DAS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS PAGAREM MENORES PISOS SALARIAIS
14/01/2019 00:00

FAVORECE AS MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE  COM PISOS

SALARIAIS DIFERENCIADOS


 O REPIS, Regime Especial de Piso Salarial, está previsto na cláusula 6 da Convenção Coletiva de Trabalho objetivando oferecer tratamento diferenciado, favorecendo as Microempresas (ME’s) e Empresas de Pequeno Porte (EPP’s),  que são as grandes geradoras de emprego para o comércio.

O REPIS gera uma significativa economia anual favorável ao empresário ,possibilitando que novos postos de trabalho sejam abertos nas empresas, que ao adquirirem este sistema poderão aplicar valores de pisos salariais diferenciados daqueles praticados pelas demais empresas não enquadradas na Lei do Simples. O piso salarial de quem obtém o REPIS é inferior ao da empresa que não aderiu.

  

O QUE É NECESSÁRIO PARA ADERIR AO REPIS

  

 1)    A descrição da atividade econômica da empresa   deve  estar enquadrada  no comercio varejista e ser representada pelo Sincomercio de Rio Preto

  2)    A empresa tem que estar enquadrada como ME (faturamento anual até R$ 360.000,00) ou EPP (faturamento anual de R$ 360.000,01 até R$ 4.800.000,00)

  3)    Preenchendo os requisitos dos ítens 1 e 2 , faça adesão através do aplicativo SINDIBRASIL  até dia 30/03/2019

 4) Após aprovado no aplicativo SINDIBRASIL imprima o Certificado de Adesão e leve no Sincomerciários  para validação  até o prazo final de  dia 30 de março de 2019 – Rua Lino Jose de Seixas, 395 – S.J.Rio Preto-Sp – Tel. 3215-9366

Por fim, vale lembrar que o funcionário já registrado com piso superior não pode ser enquadrado no piso do REPIS e ainda, as empresas que praticarem menores salários, sem o Certificado do REPIS, sofrerão penalidades nos atos homologatórios, ocasião que o funcionário terá direito por lei, a receber as eventuais diferenças salariais.

 

Por fim, vale lembrar que o funcionário já registrado com piso superior não pode ser enquadrado no piso do REPIS e ainda, as empresas que praticarem menores salários, sem o Certificado do REPIS, sofrerão penalidades nos atos homologatórios, ocasião que o funcionário terá direito por lei, a receber as eventuais diferenças salariais.

Entre no SindiBrasil e faça o cadastro da sua empresa

 

INFORMAÇÕES

(17) 3211-4145 - Administrativo